Como é feito o ‘índice de corrupção’ no mundo. E por que ele não mede o que diz medir

Rankings feitos por diferentes organizações apresentam dados discrepantes sobre a colocação do Brasil e podem induzir a conclusões erradas

     

    O Fórum Econômico Mundial publicou em setembro uma pesquisa na qual afirma que o Brasil é o quarto país mais corrupto do mundo. O resultado da pesquisa foi apresentado como um dado científico preciso e numericamente aferível, rendendo manchetes na imprensa.

    Porém, apenas dez meses antes, uma outra pesquisa semelhante, produzida pela Transparência Internacional, colocava o Brasil como o 76º mais corrupto do mundo.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.