Quem Gilmar Mendes já processou. E qual foi o resultado

Ministro do Supremo costuma reagir com ações judiciais a menções ao seu nome que considera ofensivas. Jornalistas, atores, líder de movimentos sociais e um professor já foram alvo do magistrado

     

    A atriz e apresentadora Mônica Iozzi foi condenada, em primeira instância, a pagar R$ 30 mil de indenização por danos morais ao ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes. A decisão é de 21 de setembro de 2016.

    Ela publicou em maio, nas redes sociais, uma foto do magistrado acompanhada de comentários sobre a decisão do ministro de conceder, em 2009, um habeas corpus ao médico Roger Abdelmassih, acusado de cometer uma série de estupros em sua clínica de fertilização assistida. O médico fugiu do país em 2011 depois da decisão, e só foi preso três anos depois.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.