O que explica a bipolaridade das mensagens de Trump no Twitter

Análises da rede social mostram que os posts mais raivosos são feitos pelo próprio candidato republicano à presidência americana. Os mais amenos, por sua equipe

     

    No dia 5 de agosto, durante a cerimônia de abertura da Olimpíada do Rio, o Twitter de Donaldo Trump trazia a mensagem: “Boa sorte #Team USA”. No dia seguinte pela manhã, mudava de tom: “Estou indo para New Hampshire - falarei sobre Hillary Clinton, sobre como seu cérebro deu curto circuito e outras coisas!”

    A moderação da primeira publicação comparada à ausência de meias palavras da segunda não é sinal de um humor instável do candidato republicano à Casa Branca, segundo Todd Vaziri, artista responsável por efeitos especiais em filmes como “Star Wars” e “Avatar”.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.