Dilma ficará frente a frente com ex-ministros que agora são seus adversários: quem são eles

Seis parlamentares que antes faziam parte do governo petista agora devem votar contra a presidente afastada

     

    A presidente afastada Dilma Rousseff reencontrará no Congresso - provavelmente no dia 29 de agosto - seis senadores que foram membros do primeiro escalão de seu governo e hoje estão contra ela.

    Nessa sessão de julgamento do impeachment, ela terá 30 minutos para discursar. Depois, ouvirá perguntas dos parlamentares, sem ser obrigada a respondê-las.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.