Esqueça o carro. A cidade caminhável é a bola da vez

No Brasil, ainda falta infraestrutura para se andar mais. Mas mudança de paradigma, com foco no pedestre, é tendência global

     

    Ao longo do século 20, os carros dominaram o planejamento das cidades.  Esse conceito pouco “andável”, interligado por vias expressas e viadutos, teve e tem impacto sobre a maneira como nos deslocamos, a forma de vivenciar o espaço urbano, sobre o meio ambiente e nossa própria saúde.

    “O legado da era do planejamento dominado pelo automóvel ainda é claramente visível em cidades do mundo todo. Esse legado pode ser notado em bairros sem calçada, espaços públicos tornados redundantes pelos carros estacionados e nas vias urbanas que segregam bairros para servir ao espraiamento dos subúrbios”

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.