Qual a relação entre fogo em florestas e o aquecimento global

Número de focos de queimadas e incêndios florestais aumentou 64% no período entre janeiro e julho no Brasil comparado com o mesmo intervalo de tempo de 2015

     

    Impulsionadas pela seca, as queimadas e incêndios florestais de 2015 foram as maiores em cinco anos. Em 2016, nem a seca nem o fogo têm dado trégua. 

    O Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) registrou cerca de 47 mil focos de queimadas e incêndios florestais no Brasil até o fim de julho, um aumento de 64% frente a 2015, com destaque para Estados do Norte com vegetação amazônica, como Acre e Amazonas.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.