Jovens de origem asiática se mobilizam por maior representatividade

Descendentes de japoneses, taiwaneses e coreanos lançaram blogs e canais no YouTube para debater estereótipos e falta de visibilidade

     

    “Sol Nascente”, próxima novela das seis que estreia no dia 29 de agosto na TV Globo, conta a história de amor entre dois amigos, filhos de imigrantes. Ele, De Angeli, de família italiana, será interpretado por Bruno Gagliasso. Ela, Tanaka, de família japonesa, será interpretada por Giovanna Antonelli.

    A escolha de Antonelli para o papel pode causar certa estranheza, mas não é inexplicável. Apesar de seus traços remeterem pouco às características nipônicas, os imigrantes japoneses, tal qual os de outras nacionalidades, misturaram-se em meio à população brasileira, em maior ou menor escala, desde que chegaram ao Brasil, há mais de 100 anos. E a Globo encontrou uma saída para qualquer questionamento mais agudo: na trama, Antonelli é uma filha adotiva.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.