Por que não há no mercado uma pílula anticoncepcional masculina

Motivos econômicos e técnicos atuam contra o surgimento de um medicamento voltado para os homens

 

A primeira pílula anticoncepcional feminina chegou em 1960 ao mercado americano. Ela funciona à base de hormônios e traz às mulheres uma forma simples, barata e não definitiva de impedir a própria gravidez.

Pesquisas em torno de um tratamento similar voltado a homens também têm sido feitas desde essa época, e homens já demonstraram ter interesse em um método do tipo.

ASSINE O NEXO PARA
CONTINUAR LENDO

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.