Como o design urbano pode manipular suas ações

Técnicas de design são utilizadas para definir, sem a presença de um agente de segurança, onde moradores de rua não podem dormir ou onde alguém pode se sentar

    Divisões em bancos tornam impossível que se deite sobre eles, que passam a ser apelidados de “bancos antimendigos”. Aparelhos emitem sons agudos aos quais adolescentes são sensíveis, mas adultos não, são usados para espantar jovens de determinadas áreas.

    Essas inovações urbanas que buscam direcionar o comportamento de parte da população fazem parte do que Selena Savic e Gordon Savicic chamam de “unpleasant design”, ou design desagradável, em uma tradução livre.

    Ambos são autores do livro “Unpleasant Design”, que reúne exemplos de design, arquitetura e inovações pensadas exatamente com o objetivo de moldar o comportamento das pessoas.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.