Por que os guarani-kaiowá estão em confronto com fazendeiros no Mato Grosso do Sul

Processo de demarcação de terras causa tensão no sul do Estado. Um guarani-kaiowá foi morto em conflito com fazendeiros

     

    Três dias após terem ocupado o território Toro Passo, no Mato Grosso do Sul, os guarani-kaiowá foram atacados a tiros por um grupo de cerca de 70 produtores rurais e funcionários da região na terça-feira (14). Os fazendeiros chegaram na área com caminhonetes, motocicletas e um trator.

    O agente de saúde Cloudione Rodrigues Souza, um guarani-kaiowá de 26 anos, foi morto no ataque. Pelo menos outros cinco indígenas foram hospitalizados por terem sofrido ferimentos de arma de fogo, entre eles uma criança de 12 anos, segundo informações da Agência Estado.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.