Todo o imbróglio do Parque Augusta. E uma chance de desfecho

Área do centro de São Paulo é alvo de disputa há anos entre construtoras e moradores da região. Agora, Justiça determina que envolvidos sentem-se para conversar

     

    Desocupado há mais de 40 anos, o terreno de 24 mil m² localizado no centro de São Paulo e batizado de Parque Augusta pode ter seu destino definido em breve. A área é alvo de uma disputa entre empreiteiras e moradores do entorno.

    Localizado entre as ruas Augusta, Caio Prado e Marquês de Paranaguá,  o terreno está ocioso desde 1969, quando o Des Oiseaux, colégio para meninas da elite paulistana que funcionava ali, fechou as portas.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.