Por que é tão difícil conseguir um aborto legal no Brasil

Falta de informação na sociedade e de qualificação de profissionais médicos são alguns dos motivos. E cenário pode complicar

O aborto, que no Brasil é considerado um crime contra a vida, pode dar pena de três anos para a mulher que o fizer ou permitir que outra pessoa o faça. Ainda assim, o aborto é permitido em certos casos: se o bebê for portador de uma condição chamada anencefalia, que é a ausência total ou parcial do cérebro, se a mulher correr risco de vida ou se a gravidez tiver sido gerada por um estupro.

Em muitos casos, no entanto, esse princípio não é respeitado - como é o caso de L., que foi personagem em uma reportagem da “Agência Pública”. Grávida de seu estuprador, ela não conseguiu fazer o aborto na rede pública. Foi constrangida por médicos e profissionais de saúde, que perguntaram questões como se ela tinha certeza que o estuprador não era seu namorado e se ela não era religiosa.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.