O cérebro sob efeito de LSD: imagens abrem novas perspectivas para a pesquisa

Cientistas utilizam técnicas de mapeamento cerebral para estudar o efeito da diletamida do ácido lisérgico. Os resultados podem fazer com que a droga seja usada para tratar transtornos psíquicos

Pela primeira vez na história cientistas mapearam o cérebro humano sob efeito da diletamida do ácido lisérgico, o LSD. Eles observaram em detalhes o que ocorre no órgão de pessoas sob o efeito de uma das drogas mais poderosas já criadas. As sensações do uso incluem um sentimento de comunhão com o universo, a percepção visual de sons e uma mudança nos níveis de criatividade que ficam comparáveis aos de crianças.

Publicada na conceituada revista científica americana Pnas (“Proceedings of the National Academy os Sciences”), o trabalho foi coordenado por Robin L. Carhart Harris e contou com nomes do primeiro time da ciência mundial. Entre eles está o psiquiatra David Nutt, que foi conselheiro do governo britânico sobre drogas. O estudo contribui para colocar o LSD em evidência no mundo científico.

 

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.