Quais são os entraves para a proposta de antecipar as eleições de 2018

Senadores de PMDB, PSB, PPS e Rede, além do ex-governador Tarso Genro, do PT, defendem novo pleito; proposta enfrenta obstáculos políticos e jurídicos

    Ganhou corpo nos últimos dias a defesa de que o Brasil realize as eleições que deveriam ocorrer só em 2018 ainda neste ano. Alguns querem um novo pleito só para escolher um novo presidente e vice, outros preferem que inclua também deputados federais e senadores.

    Os entusiastas dessa tese dizem ser necessário buscar legitimidade entre os eleitores para que um novo Executivo e Legislativo adotem as medidas necessárias para que o país supere a crise política e econômica. Quem é contra diz que este já é um governo legitimado pelo eleitor, que fez sua escolha em outubro de 2014.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.