Ir direto ao conteúdo

O que é e para que serve o relatório Focus

Pouco mais de cem vozes dizem, toda segunda-feira, o que o mercado espera da economia

    Quase toda segunda-feira de manhã a notícia é parecida, dados de inflação e PIB monopolizam as manchetes dos portais brasileiros. O que nem todo mundo sabe é que o Boletim Focus, que atrai tanta atenção, não mostra resultados reais e nem é feito pelo Banco Central. Não por isso é menos importante.

    O Focus é um documento organizado pelo BC que divulga projeções de economistas de bancos, corretoras, agências de câmbio e outros participantes do mercado financeiro e do setor empresarial. Toda semana eles participarem das pesquisas, preenchendo suas projeções para crescimento, inflação, câmbio, dívida pública, balança comercial e até a taxa Selic, que é definida pelo próprio BC.

    Os agentes do mercado calculam com frequência esses dados, que são usados na avaliação de risco e retorno de seus investimentos e como parâmetros em suas decisões. O Focus é assim um termômetro do mercado.

    Como Funciona

    Os palpites são coletados por uma interface na internet, o Sistema de Expectativas de Mercado. Além de instituições financeiras, empresas e universidade também podem participar. A única exigência do BC é que a entidade tenha uma equipe especializada em projeções macroeconômicas.

    Atualmente são cerca de 120 participantes, a maioria altera projeções toda semana. Para garantir que informações antigas e desatualizadas não adulterem o resultado, palpites postados há mais de 30 dias são desconsiderados. As instituições que mais acertam as projeções formam o “Top 5” e têm a média de suas projeções publicadas com destaque.

    Fazer parte desse grupo dá prestígio às instituições financeiras, já que os clientes esperam delas a capacidade de fazer projeções com um bom grau de acerto. No mercado, a leitura correta da conjuntura econômica significa lucro maior.

    Para que serve

    Desde a implantação do Sistemas de Metas de Inflação, em 1999, o controle do índice de preços é o principal objetivo formal do Banco Central.  Vem desse tempo a coleta das projeções do mercado.

    As expectativas são um componente importante quando se trata de inflação, além de outros fatores que influenciam a trajetória do índice. Os preços sobem quando a maioria acha que vai subir - e é isso que o Focus mede. Seria impossível controlar as expectativas se o Banco Central não conseguisse medi-las. As expectativas mensuradas pelo relatório Focus ajudam o BC a calibrar sua atuação no combate à inflação, principalmente com relação à taxa básica de juros, a Selic.

    A transparência na relação com o mercado e empresários é um dos compromissos do Banco Central pelo regime de metas. Sem confiança, as ações no controle da inflação se tornam menos efetivas.

     

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

    Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
    Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!