Os argumentos centrais a favor e contra o impeachment

Autores do pedido de impedimento e o ministro da Fazenda apresentaram as teses envolvidas no futuro da presidente em audiências na Câmara. Aqui estão elas

    O debate sobre o impeachment de Dilma Rousseff tende a se polarizar em torno dos argumentos sobre se a presidente cometeu ou não crime de responsabilidade. Em tese, é a existência desse crime que autorizará o Congresso a aprovar ou não o impedimento do presidente da República.

    A estratégia da denúncia apresentada pelos advogados Hélio Bicudo, Janaína Paschoal e Miguel Reale Jr. é apontar atos cometidos pela petista que poderiam ser enquadrados como crime de responsabilidade. Eles indicaram três práticas: conivência com a corrupção na Petrobras, pedaladas fiscais e decretos de suplementação orçamentária.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.