Escolas públicas na Polônia adotam padrão aberto para livros didáticos

Para os alunos, material pode ser adaptado e modificado livremente; para o governo, benefício é principalmente econômico

    A Polônia é o primeiro país do mundo a adotar uma política pública de livros didáticos abertos. Isso significa que os livros usados para ensinar estudantes poloneses têm conteúdo que pode ser modificado livremente pelos professores e pela comunidade escolar para que eles possam ser adaptados ao contexto local de cada comunidade.

    Além disso, o material didático conhecido como Recursos Educacionais Abertos (REA) permite licenças autorais flexíveis, o que reduz muito os custos da educação para pais, alunos e para o governo.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.