Robôs decifram autores clássicos: um grande passo para a inteligência artificial

Inteligência artificial interpreta livros para conhecer o contexto de uma frase e poder entender melhor o que nós dizemos

     

    Uma frase dita por duas pessoas diferentes pode ter significados distintos. Dependendo da personalidade da pessoa e a situação em que ela diz algo, você interpreta de uma maneira.

    O mesmo não acontece com os robôs. Máquinas são relativamente boas em entender gramática e o significado de uma palavra. O problema é que elas não conseguem levar em conta o contexto da frase e a personalidade de quem a diz. Mas isso pode mudar graças ao trabalho de pesquisadores do Google.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.