De onde vem a dependência financeira dos governadores em relação à União

Palácio do Planalto oferece aos Estados alongar por mais 20 anos o prazo de pagamento da dívida com a União; renegociação de 1997 tentou botar ordem nas finanças estaduais, mas fez débito explodir

    O Palácio do Planalto e os governadores estão neste momento em uma fase de renegociação de sua relação financeira.

    Os Estados já conseguiram, após longa negociação, trocar o índice que corrige sua dívida por uma alternativa mais vantajosa aos governadores. A nova lei e o regulamento foram publicados e a mudança será efetivada neste ano.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.