A epidemia de ebola chegou ao fim (de novo). Mas pode voltar

Organização Mundial da Saúde decreta o fim do vírus em Serra Leoa, Guiné e Libéria, mas alerta que, como nas vezes anteriores, doença pode ressurgir

     

    A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou nesta quinta-feira (14) o fim do último surto de ebola na Libéria. O órgão da ONU também anunciou que “toda a cadeia de transmissão foi interrompida no oeste da África”. A notícia foi alardeada no mundo todo, mas uma ressalva importante acabou em segundo plano:

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.