Prêmio reacende o debate sobre papel social da arquitetura

Vitória do chileno Alejandro Aravena no Prêmio Pritzker coloca em evidência o potencial social e transformador da arquitetura

     

    Na segunda-feira (13) o chileno Alejandro Aravena, 48 anos, venceu o Pritzker Prize, considerado “Nobel da Arquitetura”. A premiação, que existe desde 1979, busca reconhecer os maiores arquitetos vivos. O prêmio é mantido pela família Pritzker e a Hyatt Foundation. O vencedor recebe US$ 100 mil e um medalhão de bronze.

    Na cerimônia, Tom Pritzker reconheceu a importância do trabalho social de Aravena.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.