Ir direto ao conteúdo

Acerte as contas com o seu dia: como chegar à soneca perfeita

Um cochilo traz inúmeros benefícios para o corpo, mas deve ter duração específica - senão, pode até fazer mal

Diferentemente de 85% dos mamíferos, os seres humanos costumam dormir apenas uma vez por dia. Cientistas ainda não chegaram a um consenso se isso acontece por questões culturais ou naturais (alguns países, como a Espanha, têm o hábito da siesta, um cochilo pós-almoço). Mas já sabem que os cochilos ao longo do dia trazem uma série de benefícios à saúde.

Além de quitar alguma possível dívida de sono após uma noite mal dormida, as sonecas fazem bem para o coração, regulam a pressão arterial e até ajudam a manter o peso equilibrado. Também melhoram o humor, raciocínio lógico, criatividade e memória.

Um estudo de pesquisadores do Instituto do Cérebro, em Natal (RN), mostra que uma soneca depois da aula melhora o aprendizado dos alunos na escola. As sonecas fazem com que o conteúdo aprendido tenha mais chances de se ligar a outras memórias, o que o ajuda a ser fixado no cérebro por mais tempo.

“A ideia é que você possa usar a soneca como elemento catalisador da memória”

Sidarta Ribeiro

Neurocientista

Ainda não se sabe ao certo quais fases do sono trazem esses tipos de benefícios. Os cientistas no Instituto do Cérebro, centro de pesquisa em neurociências ligado à Universidade Federal do Rio Grande do Norte, agora querem ver qual é a soneca com menor duração que pode trazer benefícios na escola – em outras palavras, querem medir a eficiência do tempo do cochilo. “Um trabalho que ficou pronto agora mostra que sonecas entre 30 e 60 minutos são mais eficazes que sonecas de menos de 30 minutos”, diz Ribeiro.

Sara Mednick, pesquisadora do Salk Institute, doutora em psicologia na Universidade de Harvard e autora de Take a Nap! Change Your Life (ou Tire uma soneca! Mude a sua vida, em tradução livre, sem edição no Brasil), tem conclusões parecidas. Segundo ela, alguns cochilos nos deixam pior do que antes. Ela divide a eficiência da soneca conforme a duração.

Duração da soneca

As de 10 a 20 minutos

São ótimas para nos deixar mais atentos e com energia. Você irá acordar antes de entrar em níveis mais profundos de sono (conhecidos como REM) e por isso não se sentirá cansado.

As de 30 minutos

Não são recomendadas. Assim que você estiver entrando nos níveis profundos, acordará. E, por isso, não se sentirá descansado – pelo contrário, ficará mais sonolento.

As de 60 minutos

São as melhores para trabalhar a memória. Durante esse tempo, você já entrou no estado profundo de sono e ficou nele tempo o suficiente para aproveitá-lo. Elas são capazes de deixar alguém alerta por até dez horas. No entanto, no começo algumas pessoas poderão acordar meio grogues.

 

As de 90 minutos

São as que melhoram a criatividade e a inteligência emocional. Durante esse tempo de cochilo, a pessoa já completou um ciclo de sono. Por isso, essa é a soneca que mais descansa.

O horário também é importante

A doutora Mednick criou uma ferramenta, conhecida como “roda da soneca”, que te ajuda a descobrir o melhor horário para dormir.

Para calcular o melhor horário para tirar uma soneca, basta arrastar o ponteiro para o horário em que você acordou e ver qual é o momento da intersecção entre "slow wave sleep" e "REM sleep". Se você acordou às 7h, por exemplo, o horário ideal para tirar uma soneca é às 14h.

Clique aqui para calcular seu tempo de soneca.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!