Ir direto ao conteúdo

Marta está aí para derrubar a máxima 'ninguém é melhor que Pelé'

Em gols, reconhecimento e prêmios, brasileira quebra todos os recordes e continua superando a si mesma

    Temas
     

    Na noite da quarta-feira (9), a seleção brasileira feminina atropelou Trinidade e Tobago por 11 a 0 no Torneio Internacional de Natal. Marta, a camisa 10, marcou cinco dos gols, chegou à sua 98º bola na rede e bateu um recorde: se tornou a maior goleadora com a camisa do Brasil, superando Pelé, autor de 95 gols.

    "Passaram várias coisas na minha cabeça já pensando no próximo gol. A felicidade é imensa. Vou estar sempre buscando bater recordes”, disse na saída do jogo.

    Nisso ela é especialista:

    Cinco vezes melhor do mundo

     

    Marta venceu o prêmio da Fifa (Federação Internacional de Futebol) de melhor jogadora do mundo cinco vezes consecutivas, entre 2006 e 2010. Ela também ficou quatro vezes em segundo lugar (em 2005, 2011, 2012 e 2014). Ainda conquistou duas vezes o terceiro lugar (em 2004 e 2013).

    Em 2015, depois de 12 anos, pela primeira vez a brasileira não foi indicada ao prêmio. Mesmo assim, Marta é a jogadora, entre homens e mulheres, que mais vezes foi reconhecida como melhor do mundo.

    Maior artilheira das Copas do Mundo

    A atacante participou de 17 jogos em Copas do Mundo femininas em 2003, 2007, 2011 e 2015. Nas competições, marcou 15 gols e se sagrou como maior artilheira da história. Se considerarmos homens e mulheres, ela fica em segundo lugar, empatada com Ronaldo (o Fenômeno) e atrás do alemão Klose.

    Foi na Copa do Mundo de 2007 que a craque marcou o gol que ela considera o mais bonito de sua carreira:

     

    No entanto, apesar de contribuir muito e ter conquistado o vice-campeonato em 2007, Marta nunca alcançou seu sonho de ser campeã junto com o Brasil numa Copa do Mundo.

    Maior artilheira dos Pan-Americanos

     

    A jogadora também tem um bom histórico nos jogos Pan-Americanos. Em 2003 e 2007, a Seleção brasileira recebeu medalha de ouro no campeonato com Marta no time titular. Em 2007, a jogadora ainda foi artilheira do Pan, com 12 gols.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Já é assinante?

    Entre aqui

    Continue sua leitura

    Para acessar este conteúdo, inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: