Quais as apostas de Dilma para tentar barrar o impeachment

Planalto tenta articular apoio da militância e de governadores, além de reforçar o debate jurídico, para derrubar pedido de impedimento

    A disputa política a ser travada pelo Palácio do Planalto para barrar o pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff vai além das paredes do Congresso.

    O governo já indicou quais caminhos deve buscar. Além da pressão pública para que os parlamentares cancelem o recesso de fim de ano (e assim tratem do impeachment o mais rápido possível), Dilma e o PT vão tentar se articular com governadores, mobilizar militantes e ressaltar o debate jurídico sobre o impedimento.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.