O pedido original de impeachment e o que Cunha aceitou de fato

Dilma é acusada de pedaladas fiscais e por decretos assinados em julho e agosto de 2015 autorizando gasto extra de R$ 2,5 bilhões não previstos no Orçamento. Pedido original de afastamento também citava corrupção na Petrobras, mas isso não será alvo de avaliação do Congresso

     

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Já é assinante?

    Entre aqui

    Exclusivo para assinantes

    Tenha acesso a todo o nosso conteúdo, incluindo expressos, gráficos, colunistas, especiais, além de newsletters exclusivas com curadoria da redação. Apoie o jornalismo independente brasileiro de qualidade.
    Assine o Nexo.