Depressão: do estigma ao transtorno de grandes proporções

Cerca de 4% da população mundial sofre da condição, que por muito tempo foi pouco discutida. Entenda todos os aspectos que envolvem a questão

 

Uma estimativa da OMS (Organização Mundial da Saúde) divulgada em 2017 mostrou que cerca de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão, algo que corresponde a 4,4% da população global. O transtorno pode levar a uma série de outras enfermidades e nos casos mais graves estimular o suicídio, causa da morte de cerca de 800 mil pessoas todo ano no mundo.

Considerado um dos problemas de saúde mental mais comuns, a depressão traz consigo o estigma que associa seus sintomas à inadequação social ou à falta de força de vontade. Por muito tempo, foi pouco discutida. Agora é a principal causa de incapacidade em todo o mundo e raramente está longe das notícias.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.