‘Eu, Ota, rio de Hiroshima’: outra perspectiva da bomba


O ‘Nexo’ publica trecho de peça que usa a natureza como narradora para contar os momentos anteriores ao bombardeio atômico de Hiroshima. Alternando entre monólogos do rio Ota, correspondências de uma jovem moradora da cidade e diálogos de governantes americanos, o texto alerta para os perigos do armamentismo desenfreado

Cena 1

Uma poderosa música de abertura. Vestida modestamente, uma mulher caminha em direção ao público.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.