‘Meios e Finais – Conversas em Princeton’


O ‘Nexo’ publica trecho da tradução inédita do livro de entrevistas de Ricardo Piglia. A publicação surgiu a partir de uma roda de conversa, que aconteceu em novembro de 2010, entre o autor argentino e os professores e críticos literários Paul Firbas, Pedro Meira Monteiro e Fermín A. Rodríguez, sobre temas como cinema, política, tecnologia, leitura e controle social

Ricardo Piglia Me interessa muito, em relação ao tema da velocidade, a relação com a leitura. Bem, com certeza vocês já me ouviram dizer isso. O que se acelerou foi a circulação dos textos, temos acesso de forma instantânea a um registro muito amplo de possibilidades de leituras. Mas digo, de brincadeira, que seguimos lendo na mesma velocidade que líamos no tempo de Aristóteles. Ou seja, quando se diz que uma imagem vale mais que mil palavras o que se quer dizer é que uma imagem é mais rápida que as palavras. Leva um tempo ler mil palavras, porque é preciso ler um signo, e outro signo, e outro signo. Ao passo que decifrar uma imagem é algo absolutamente imediato e instantâneo. Este é o ponto para mim. Por mais que haja, como sabemos, uma quantidade de informação e de textos que circulam na rede de maneira incrível, sempre haveremos de esperar o tempo necessário para ler uma página e depois outra. E não conseguiram fazer nada a este respeito, colocar-nos um chip. Vocês devem se lembrar da idiotice dos institutos de leitura dinâmica. Em Buenos Aires havia muitos. Tranquilamente te ensinavam a ler como Macedonio Fernández: um leitor salteado, você salta uma parte e vai mais rápido, mas isso não quer dizer nada.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Já é assinante?

Entre aqui

Exclusivo para assinantes

Tenha acesso a todo o nosso conteúdo, incluindo expressos, gráficos, colunistas, especiais, além de newsletters exclusivas com curadoria da redação. Apoie o jornalismo independente brasileiro de qualidade.
Assine o Nexo.