‘Aqui estão os sonhadores’ - romance sobre a fragilidade do sonho americano


O ‘Nexo’ publica trecho inédito do novo romance de Imbolo Mbue, que explora a fragilidade do sonho americano de Jende Jonga, um camaronês que acaba de chegar nos Estados Unidos

Um

Nunca tinham pedido que vestisse um terno numa entrevista de emprego. Nunca tinham dito para que levasse uma cópia de seu currículo. Nem sequer tinha um currículo até a semana anterior, quando fora até a biblioteca na Trinta e Quatro com a Madison e um consultor de carreiras voluntário redigira um para ele, detalhando seu histórico profissional para sugerir que era um homem de grandes realizações: agricultor responsável por lavrar a terra e cultivar safras saudáveis; limpador de ruas responsável por assegurar que a cidade de Limbe tivesse uma bela e pura aparência; lavador de pratos em restaurante de Manhattan, encarregado de garantir que os cidadãos comessem em pratos limpos e livres de germes; motorista de táxi de luxo no Bronx, responsável por levar passageiros de um lugar a outro em segurança.

Nunca tivera de se preocupar se sua experiência seria apropriada, se seu inglês seria perfeito, se teria êxito em parecer inteligente o bastante. Mas hoje, trajando o terno verde risca de giz trespassado que vestia no dia em que chegara à América, só conseguia pensar na sua capacidade de impressionar um homem que nunca tinha visto. Por mais que tentasse, nada podia fazer a não ser pensar nas perguntas que fariam, nas respostas que teria de dar, na maneira como teria de andar, falar e se sentar, nas vezes em que precisaria falar ou escutar e assentir, nas coisas que teria de dizer ou não dizer, na resposta que precisaria dar se perguntassem sobre sua situação legal no país.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.