Foto: divulgação

O professor de direito Renan Quinalha indica livros sobre a história do movimento LGBTI+ no Brasil

O Nexo é um jornal independente sem publicidade financiado por assinaturas. A maior parte dos nossos conteúdos são exclusivos para assinantes. Aproveite para experimentar o jornal digital mais premiado do Brasil. Conheça nossos planos. Junte-se ao Nexo!

No interior do amplo campo dos estudos de gênero e de sexualidade, nota-se um expressivo crescimento de obras dedicadas à memória e à história LGBTI+.

Apesar dos apagamentos e dos silenciamento impostos pela LGBTIfobia, autoras e autores de diversas áreas do saber têm feito um esforço de arqueologia para acessar e reconstruir, a partir de rastros e fragmentos, um registro e um acervo das existências e resistências LGBTI+.

Escolho aqui algumas das obras que, nos últimos anos, marcaram minha formação pessoal e que também têm contribuído para visibilizar e qualificar a discussão em torno das diversas histórias da diversidade sexual e de gênero no nosso país.

Além do carnaval

James N. Green (Unesp, 2022)

Um estudo rigoroso, feito a partir de fontes diversas, sobre as homossexualidades masculinas em São Paulo e no Rio de Janeiro desde o fim do século 19 até os nossos dias. De autoria de um renomado brasilianista e ativista histórico, será lançada uma nova edição ampliada e revisada neste mês de julho.

Devassos no paraíso

João Silvério Trevisan (Objetiva, 2018)

Livro clássico sobre as dissidências sexuais e de gênero desde o processo de colonização até o presente, recheado de fatos, personagens e referências culturais do universo LGBTI+. Escrita por um pioneiro do movimento homossexual brasileiro, o livro ganhou uma nova edição ampliada em 2018.

Uma viagem solitária

João W. Nery (Casa dos mundos)

Um relato biográfico sensível e emocionante do primeiro homem trans do qual se tem registro em nosso país. Por meio de sua história pessoal, é possível compreender muito das vivências, sofrimentos e conquistas das pessoas LGBTI+.

Transfeminismo

Letícia Nascimento (Jandaíra, 2021)

Uma obra de leitura bem acessível, mas com conceituações densas de temas fundamentais, tais como gênero, identidade de gênero, mulheridade, feminismo, transgeneridades. Escrito por uma travesti negra e professora universitária que tem se destacado no debate público sobre a temática.

História do movimento LGBT no Brasil

James N. Green, Renan Quinalha, Marisa Fernandes e Márcio Caetano (Alameda, 2018)

Livro coletivo com mais de 30 autoras e autores das diversas partes do Brasil, de distintas identidades e orientações, tratando de diversos aspectos da formação e do desenvolvimento do movimento LGBTI+ brasileiro nos seus pouco mais de 40 anos de história.

Renan Quinalha é professor de direito da Universidade Federal de São Paulo, onde também é coordenador adjunto do Núcleo Trans. Publicou, dentre outros livros, “Contra a moral e os bons costumes” (Companhia das Letras, 2021) e, neste mês de junho, está lançando “Movimento LGBTI+: Uma breve história do século XIX aos nossos dias” (Autêntica, 2022). É especialista da CNN Brasil para diversidade e direitos humanos.

*Caso você compre algum livro usando links dentro de conteúdos do Nexo, é provável que recebamos uma comissão. Isso ajuda a financiar nosso jornalismo. Por favor, considere também assinar o Nexo.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.