Foto: Paula Giolito

Carla Rodrigues é professora de filosofia da UFRJ e assina o artigo ‘Fios, nós, tranças, tramas — Caminhos para uma breve história crítica dos feminismos no Brasil’ na 30ª edição da revista serrote, de novembro de 2018. Ela recomenda 5 obras sobre a luta das mulheres

Uma das características do pensamento feminista é não estar confinado a uma única disciplina. Encontra-se a teoria feminista em diferentes áreas de saber, o que pode ser bom, indicação da sua interseccionalidade, e também pode ser ruim, por dificultar a localização de boa bibliografia sobre o tema. A produção feminista brasileira é vasta e escolher apenas cinco livros é deixar de fora uma grande quantidade de títulos de qualidade e densidade temática. A escolha de apenas cinco exigiu reunir livros históricos, como o de Heleieth Safiotti, e livros sobre história, como o de Maria Amélia Teles, combinado a livros contemporâneos, como Djamila Ribeiro e Flávia Biroli. Por fim, numa tentativa de minimizar a escolha de tão poucos títulos, indico uma antologia de artigos que reúne 41 textos de mulheres pensadoras da discriminação das mulheres no Brasil desde a segunda metade do século 19 até o início deste estranho século 21.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Já é assinante?

Entre aqui

Exclusivo para assinantes

Tenha acesso a todo o nosso conteúdo, incluindo expressos, gráficos, colunistas, especiais, além de newsletters exclusivas com curadoria da redação. Apoie o jornalismo independente brasileiro de qualidade.
Assine o Nexo.