Aline Midlej

25 Ago 2018

Foto: Marina Gross

A jornalista Aline Midlej recomenda cinco livros de mulheres que a inspiram

O jornalismo me fez adorar livros. E os livros me levaram até coisas incríveis, mulheres incríveis. Aqui estão histórias que renovam em mim a busca pelo sentido, pelo propósito de estar aqui. São apaixonantes.

Inabalável

Wangari Maathai

Tive a honra de entrevistá-la no Quênia, um ano antes de sua morte. Wangari fundou um sistema de plantação de sementes para mulheres, sementes de libertação. Mostrou que a paz só pode vir da iniciativa humana e, muitas vezes, na contramão de todos os prognósticos.

Eleonor Marx, filha de Karl: um romance

Maria José Silveira

Um romance de ficção e realidade. A filha de Karl Max foi uma intelectual, uma liderança política e também não suportou a dor do abandono. Uma mulher real, falível, interessantíssima, que marcou época e se suicidou por amor.

Americanah

Chimamanda Ngozi

Foi com este livro que a autora nigeriana fez o mundo olhar para a literatura africana contemporânea de um jeito novo, autêntico e surpreendente: falando sobre colorismo e identidade da mulher negra.

A obscena senhora D.

Hilda Hilst

E como temos falado tanto desta indefinível autora brasileira, trago uma obra com reflexões sobre sexualidade (precisamos tanto falar sobre isso),  a condição humana, os efeitos do tempo e das escolhas.

Um teto todo seu

Virgínia Woolf

A condição social da mulher e a influência disso em qualquer caminho que ela escolher, como a literatura. Noventa anos depois, um tema (ainda) tão urgente. O livro é um compilado de palestras da escritora britânica.

 

Aline Midlej é jornalista. Já passou pelas principais redações de televisão do país. O interesse por mulheres extraordinárias lhe rendeu o Prêmio Vladimir Herzog por uma série de reportagens. E a África se tornou foco constante de interesse desde uma longa viagem de gravações por dezenas de países do continente, em 2010. Atualmente é âncora do telejornal Edição das 10h, no canal GloboNews.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.