‘Os indocumentados refletem a desigualdade do Brasil’

Jornalista Fernanda da Escóssia fala ao ‘Nexo’ sobre as dificuldades das cerca de 3 milhões de pessoas sem documentos no país

    Pobreza, abandono paterno, racismo, machismo. Esses são alguns dos fatores que explicam por que, na sociedade digitalizada atual, muitos brasileiros não conseguem acessar serviços públicos e exercer outros direitos pelo simples fato de não terem uma certidão de nascimento.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.