‘Eventos climáticos extremos intensificam as desigualdades’

Em entrevista o ‘Nexo’, Paulo Artaxo, professor da USP, fala sobre a queda brusca de temperatura no Brasil e contextualiza o fenômeno na atual crise global do clima

    As temperaturas estão em queda no Brasil. Moradores de cidades como São Paulo e Rio, que no início da semana registravam cerca de 30ºC, verão os termômetros caírem para máximas de 13ºC e 18ºC e mínimas de 5ºC e 11ºC, respectivamente, na quinta-feira (29). O frio deve se espalhar por estados do Centro-Sul e chegar até o Norte, em estados do Acre e Rondônia.

    No Sul do país, Santa Catarina já tem vários municípios registrando temperaturas negativas, com formação de sincelo — fenômeno que acontece quando as gotículas de água de uma neblina congelam ao entrar em contato com superfícies. O gelo pintou de branco a paisagem na região.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.