‘A natureza autoritária da guerra às drogas nunca foi tão exposta’

Em entrevista ao ‘Nexo’, Maurício Fiore, especialista em políticas de drogas do Cebrap, avalia as mudanças das leis de drogas no mundo, seu possível impacto no Brasil e como a legislação nacional reforça desigualdades raciais

    Em anos recentes, diversos países vêm flexibilizando suas legislações de drogas, em uma sinalização de que o discurso proibicionista e da guerra às drogas em vigor desde a década de 1970 perde legitimidade.

    Na eleição americana de 2020, quatro estados aprovaram a legalização da maconha para uso recreativo, enquanto o estado de Oregon votou pela descriminalização de todas as drogas.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.