13 de maio: as disputas em torno da abolição da escravatura

Kleber Amancio, historiador da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, falou ao ‘Nexo’ sobre o papel de abolicionistas negros e escravizados na luta emancipatória e nas lacunas do Estado brasileiro no combate à desigualdade racial

Na quarta-feira (13), o Brasil completa 132 anos de sua abolição da escravatura.

Em 2020, essa data é celebrada em meio à pandemia do novo coronavírus, que tem sido mais letal entre negros no Brasil e vem escancarando a vulnerabilidade de territórios historicamente habitados pela população negra e pobre no país – as periferias urbanas.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.