O elo entre recessão e mortalidade, segundo este economista

Em entrevista ao ‘Nexo’, pesquisador Rudi Rocha aponta a ligação entre desemprego e o aumento no número de mortes entre 2012 e 2017. Homens, negros e pessoas de meia idade foram os grupos mais afetados

O desemprego pode ser associado a mais de 30 mil mortes entre 2012 e 2017 no Brasil. É o que diz uma pesquisa publicada em 1° de novembro pela revista científica The Lancet Global Health, que relacionou a recessão registrada no país com o quadro de mortalidade no período de crise. O estudo foi realizado por sete pesquisadores do Brasil e do Reino Unido que atuam na área de saúde e de economia.

31.415

ASSINE O NEXO PARA
CONTINUAR LENDO

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.