O que é o peronismo, que vai da esquerda à direita na Argentina

A um mês de eleições presidenciais no país vizinho, o ‘Nexo’ ouviu o antropólogo argentino Alejandro Grimson, autor de livro sobre o tema

 

A Argentina passará por eleições presidenciais em 27 de outubro de 2019. Se necessário, um segundo turno ocorrerá um mês depois. Em meio a uma crise econômica, o presidente Mauricio Macri tenta a reeleição, mas o favorito é o opositor Alberto Fernández.

Mais uma vez, a disputa eleitoral no país vizinho ocorre entre não peronistas, caso de Macri, um liberal de centro-direita, e peronistas, caso de Fernández, de centro-esquerda.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.