Ir direto ao conteúdo
Profissão

Bruno Lorenzetto: do que o Brasil precisa e o que farei por isso

Bruno Lorenzetto é professor de direito na PUC do Paraná. Coordena o programa de mestrado em direitos fundamentais e democracia e professor no UniBrasil (Centro Universitário Autônomo do Brasil). É estudante visitante na Universidade Columbia, em Nova York, e doutor em direito pela UFPR na área de direitos humanos e democracia.

Este texto é parte de um projeto de breves entrevistas com membros da sociedade civil, que durante a campanha eleitoral vão falar de suas expectativas para o próximo mandato presidencial e apontar suas próprias ações na tentativa de contribuir para o futuro do país.

Do que o Brasil precisa nos próximos quatro anos?

“O Brasil precisa buscar retomar o crescimento econômico, com vistas a consolidar uma classe média estável, diminuir a profunda desigualdade econômica e combater o desemprego, sem descuidar da importância do desenvolvimento e avançar as conquistas já consolidadas no plano da democracia e dos direitos fundamentais expressas de em nossa Constituição. O ideal seria que a cidadania permitisse que o povo tomasse consciência da importância do seu papel na definição dos rumos da República.”

E o que você vai fazer para isso, para além do voto?

“O voto é instrumento fundamental para que a soberania popular possa ser exercida periodicamente. Por essa razão, foi elevado à condição de cláusula pétrea em nossa Constituição de 1988. É por meio do voto que podemos fazer com que nossos governantes relembrem que todo poder emana do povo e que eles devem prestar contas de suas atividades.

Como professor universitário pretendo dar continuidade a pesquisas para auxiliar o desenvolvimento do Brasil com enfoque nos direitos fundamentais, em especial na garantia de liberdades. Também entendo ser importante buscar mecanismos para a redução da desigualdade econômica e de aprimoramento do funcionamento das instituições públicas nacionais. A defesa da Constituição e do pacto civilizatório que está estabelecido nela são constantes que continuarão presentes em minha docência e em atividades de extensão.”

Com produção de Mariana Vick

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!