Como combinar capitalismo e democracia no mundo hoje, segundo este teórico alemão

Wolfgang Merkel fala ao ‘Nexo’ sobre a necessidade de harmonizar dois sistemas que tendem a se repelir mutuamente

     

    Para o cientista político alemão Wolfgang Merkel, a redução da desigualdade é o ponto a partir do qual os conceitos de “democracia” e de “capitalismo” se distanciam.

    Professor do departamento de Democracia e Democratização do Centro de Ciências Sociais de Berlim (WZB), ele diz que é preciso forçar o mercado a caber dentro de limites, sob o risco de o capital terminar implodindo a sociedade, por meio da desigualdade crescente.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.