‘Somos um ministério pós-crise’, diz Juca Ferreira

Titular da Cultura completa um ano de volta ao cargo, mas num cenário diferente. Em entrevista ao ‘Nexo’, ele dá sua visão sobre o que mudou no contexto político e cultural do país

     

    Juca Ferreira, 66, completa um ano de volta ao Ministério da Cultura. Ele já havia comandado a pasta durante a gestão de Luiz Inácio Lula da Silva, de 2008 a 2010. Antes, havia sido secretário-executivo de Gilberto Gil, a quem acabou sucedendo no cargo.

    Na época, incorporou políticas relacionadas à internet, implementou projetos de descentralização, como verbas para a criação de pequenos centros culturais, e comprou briga com entidades de autores ao encabeçar a Reforma da Lei de Direitos Autorais, uma das disputas mais ferozes do setor cultural.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.