Sem a ciência não morreremos só de coronavírus

Países ricos são ricos porque sabem onde investir, e a maioria faz investimentos massivos em pesquisa, educação e tecnologia

O mundo gira hoje em torno de um vírus avassalador, que já levou vidas e derrubou economias, mas que também já nos deixou algumas lições. A primeira delas diz respeito à desigualdade social, que ainda é a maior mazela de nosso país. A segunda é que a ciência, somente ela, é quem nos salvará, não só da morte, mas da miséria do povo e da nossa falência como Estado.

Mara Gabrilli foi eleita senadora pelo PSDB de São Paulo em 2018. Neste mesmo ano também foi eleita para representar o Brasil no Comitê sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência da ONU (Organização das Nações Unidas). É publicitária, psicóloga e fundadora do Instituto Mara Gabrilli. Já foi secretária municipal da capital paulista, vereadora da cidade de São Paulo e deputada federal por dois mandatos.

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Tribuna

Já é assinante?

Entre aqui

Exclusivo para assinantes

Tenha acesso a todo o nosso conteúdo, incluindo expressos, gráficos, colunistas, especiais, além de newsletters exclusivas com curadoria da redação. Apoie o jornalismo independente brasileiro de qualidade.
Assine o Nexo.