Coluna

Bolsonaro quer criar um dilema: paz x justiça

    Por trás da ameaça bolsonarista de turbulência institucional está a preocupação em garantir imunidade futura, forçando uma escolha entre paz social e ‘accountability’ 

    A enésima “crise institucional” desencadeada pelo presidente Jair Bolsonaro foi pelo seu indulto ao deputado Daniel Silveira, anunciado no dia 21 de abril, ao arrepio da decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), no dia anterior, de condená-lo à prisão por ameaças a ministros do tribunal. Esta pode parecer apenas mais uma dentre as tantas, mas ela coloca em evidência um subtexto fundamental deste ano eleitoral tão atípico: a busca do bolsonarismo por imunidade.

    Essa preocupação em obter proteção é explícita – seja nas inúmeras vezes em que o próprio Bolsonaro manifestou sua obsessão com a possibilidade de ser preso, como em iniciativas de seus apoiadores buscando anistia preventiva. Ela seria apenas uma curiosidade, não fosse o fato de que é a força-motriz de toda a estratégia do bolsonarismo para as eleições. Mais ainda, ela revela uma das tensões mais perigosas para as instituições democráticas: a existência de um dilema entre paz e justiça.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Filipe Campante é Bloomberg Distinguished Associate Professor na Johns Hopkins University. Sua pesquisa enfoca temas de economia política, desenvolvimento e questões urbanas e já foi publicada em periódicos acadêmicos como “American Economic Review” e “Quarterly Journal of Economics”. Nascido no Rio, ele é PhD por Harvard, mestre pela PUC-Rio, e bacharel pela UFRJ, todos em economia. Foi professor em Harvard (2007-18) e professor visitante na PUC-Rio (2011-12). Escreve mensalmente às quintas-feiras.

    Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.