Coluna

Por que terapias anticientíficas podem causar mortes

    Ao adotar estratégias terapêuticas sem evidências, o governo federal atrasa e impede a implementação de medidas eficazes. O suposto ‘tratamento precoce’ exemplifica como ser negacionista pode ser mortal

    Fui criticada no passado ao afirmar que homeopatia comprovadamente não funciona, e que não deveria ser reconhecida como especialidade médica pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) nem inclusa no SUS (Sistema Único de Saúde). Os apoiadores da prática sempre fazem comentários do tipo “pra mim funciona” ou “se não faz mal, por que não usar?”. Explico: a homeopatia é uma proposta terapêutica anticientífica. Se baseia em uma ideia do século 18, estapafúrdia pelos parâmetros científicos modernos, de que “semelhante cura semelhante”. Ou seja, prega que se uma cebola promove lacrimejamento, deve ser boa para curar alergias que irritam os olhos.

    Alicia Kowaltowski é médica formada pela Unicamp, com doutorado em ciências médicas. Atua como cientista na área de Metabolismo Energético. É professora titular do Departamento de Bioquímica, Instituto de Química da USP, membro da Academia Brasileira de Ciências e da Academia de Ciências do Estado de São Paulo. É autora de mais de 150 artigos científicos especializados, além do livro de divulgação Científica “O que é Metabolismo: como nossos corpos transformam o que comemos no que somos”. Escreve quinzenalmente às quintas-feiras.

    Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Conteúdo exclusivo para assinantes

    Gosta do nosso jornalismo?

    Somos um jornal independente, por assinatura, e sem publicidade, financiado por vocês, nossos leitores. Jornalismo de qualidade no qual você pode confiar.

    • → O essencial para estar bem informado todos os dias
    • → Notícias de forma clara, equilibrada e organizada
    • → Newsletters exclusivas
    • → Acesso a nossos gráficos e especiais

    Esteja conectado com o melhor da informação.
    Torne-se um assinante. Junte-se ao Nexo!