Coluna

Os erros no apoio do governo às pequenas empresas

    Ao ver centenas de milhares de negócios fecharem as portas, é difícil não lembrar da declaração do ministro da Economia de que salvar as ‘pequenininhas’ na pandemia seria perder dinheiro

    Os dados da nova pesquisa Pulso Empresa divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 16 de junho desnudaram o que pode ser considerado o segundo maior vácuo na resposta dada até aqui pelo governo federal ao colapso causado pela pandemia: a inadequação das medidas de apoio às micro e pequenas empresas do país só não perde para a atuação criminosa do governo na área da saúde pública. Mas se ao não combater o que deu origem à própria crise econômica — o vírus — adiamos nossas perspectivas de retomada, ao não conseguir evitar o fechamento definitivo de mais de 716 mil empresas até o final da primeira quinzena de junho detonamos nosso potencial de recuperação.

    Laura Carvalho é doutora em economia pela New School for Social Research, professora da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo e autora de “Valsa brasileira: Do boom ao caos econômico” (Todavia). Escreve quinzenalmente às sextas-feiras.

    Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Conteúdo exclusivo para assinantes

    Gosta do nosso jornalismo?

    Somos um jornal independente, por assinatura, e sem publicidade, financiado por vocês, nossos leitores. Jornalismo de qualidade no qual você pode confiar.

    • → O essencial para estar bem informado todos os dias
    • → Notícias de forma clara, equilibrada e organizada
    • → Newsletters exclusivas
    • → Acesso a nossos gráficos e especiais

    Esteja conectado com o melhor da informação.
    Torne-se um assinante. Junte-se ao Nexo!