Coluna

Gastos com pandemia explicam maior desvalorização do real?

    Análise preliminar dos dados sugere que volatilidade maior da moeda brasileira notada em 2020 é muito mais estrutural do que conjuntural, e não há qualquer sinal de que o governo terá dificuldades para rolar sua dívida

    O alerta do ministro da Economia na terça-feira (10) de que o país pode “ir para uma hiperinflação muito rápido” se não rolar direito a dívida chamou a atenção de analistas não apenas pela inverossimilhança do cenário traçado, mas sobretudo pela irresponsabilidade. Afinal, se estivesse mesmo diante de um iminente descontrole inflacionário, o papel do ministro seria o de anunciar medidas que tranquilizassem os agentes econômicos, e não o de exacerbar suas expectativas mais pessimistas, agravando o quadro inicial. Felizmente, o alarmismo do ministro foi recebido nos mercados da mesma forma que a intenção revelada por seu chefe de declarar guerra ao novo governo norte-americano: com a indiferença que costuma acompanhar ameaças sem credibilidade.

    Laura Carvalho é doutora em economia pela New School for Social Research, professora da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo e autora de “Valsa brasileira: Do boom ao caos econômico” (Todavia). Escreve quinzenalmente às sextas-feiras.

    Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Conteúdo exclusivo para assinantes

    Gosta do nosso jornalismo?

    Somos um jornal independente, por assinatura, e sem publicidade, financiado por vocês, nossos leitores. Jornalismo de qualidade no qual você pode confiar.

    • → O essencial para estar bem informado todos os dias
    • → Notícias de forma clara, equilibrada e organizada
    • → Newsletters exclusivas
    • → Acesso a nossos gráficos e especiais

    Esteja conectado com o melhor da informação.
    Torne-se um assinante. Junte-se ao Nexo!