Coluna

As lições dos EUA de Trump para o Brasil de Bolsonaro

    Os anos de Donald Trump no poder podem nos ajudar a entender a trajetória – e os riscos – da presidência de Jair Bolsonaro no Brasil

    O começo de um novo ano e, mais ainda, de uma nova década (sem querer entrar em polêmicas) é terreno fértil para retrospectivas e conjecturas. É da nossa natureza tentar encontrar algum sentido no passado e prever o futuro, por mais temerários que sejam tais exercícios.

    2020 é também ano de eleições presidenciais aqui nos Estados Unidos da América. Isso traz uma excelente oportunidade de usar a retrospectiva de um país para orientar as previsões para outro: que lições podemos tirar dos últimos quatro anos, desde que a inusitada ascensão de Donald Trump à presidência convulsionou a política norte-americana, para projetar os próximos anos sob o Trump dos Trópicos no Brasil?

    É preciso, claro, muita cautela na hora de traçar comparações entre países tão distintos. Seria possível escrever livros elencando todas as diferenças que separam os dois contextos. Contudo, a perspectiva trazida de fora pode ser útil para aventar possibilidades que, de perto, talvez passem despercebidas.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Filipe Campante é Bloomberg Distinguished Associate Professor na Johns Hopkins University. Sua pesquisa enfoca temas de economia política, desenvolvimento e questões urbanas e já foi publicada em periódicos acadêmicos como “American Economic Review” e “Quarterly Journal of Economics”. Nascido no Rio, ele é PhD por Harvard, mestre pela PUC-Rio, e bacharel pela UFRJ, todos em economia. Foi professor em Harvard (2007-18) e professor visitante na PUC-Rio (2011-12). Escreve mensalmente às quintas-feiras.

    Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.