Coluna

Reflexões do day after na ressaca eleitoral

Bolsonaro também soube assumir o tom dos novos populismos, que vêm se espalhando pela Europa e pela América

Você já despertou um dia assustado, pensando que era tudo sonho e, quando o despertador tocou, pela segunda vez, se deu conta de que era tudo verdade? Pois aposto que teve muito brasileiro que acordou ressacado como eu depois do segundo turno das eleições, e assim continua.

E não há aspirina que alivie a dor de cabeça ou Plasil que diminua o enjoo dos pensamentos contraditórios. De um lado, é preciso reconhecer que Jair Messias Bolsonaro foi eleito pelas urnas e pelo voto soberano do povo. Ganhar ou perder, afinal, faz parte do jogo democrático. De outro lado, e levando em conta a performance do presidente eleito durante seus 27 anos como deputado federal, é necessário refletir sobre a qualidade e a experiência de democracia que ele há de propor.

E se “os inícios” costumam ser suaves, dessa vez o presidente eleito chegou chegando. Foram duas as mensagens que endereçou aos brasileiros; primeiro falou a seus aliados através das mídias sociais, e só depois para a nação. 

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Lilia Schwarcz é professora da USP e global scholar em Princeton. É autora, entre outros, de “O espetáculo das raças”, “As barbas do imperador”, “Brasil: uma biografia”, "Lima Barreto, triste visionário”, “Dicionário da escravidão e liberdade”, com Flavio Gomes, e “Sobre o autoritarismo brasileiro”. Foi curadora de uma série de exposições dentre as quais: “Um olhar sobre o Brasil”, “Histórias Mestiças”, “Histórias da sexualidade” e “Histórias afro-atlânticas". Atualmente é curadora adjunta do Masp para histórias.

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.