Coluna

Para viver em estado de poesia

    No campo pessoal, dos sentimentos, sensações e aprendizados, este disco marca um momento importante na minha vida, de um amor difícil, mas que me fez ponte, como um corpo num ritual de passagem

    “Para viver em estado de poesia Me entranharia nestes sertões de você.”

    Esses são os dois primeiros trechos de uma das músicas mais bonitas que já ouvi na vida. Foi no ano passado que o músico Chico César presenteou o planeta Terra com o disco “estado de poesia”. Agora, em 2017, lança “estado de poesia ao vivo”, trazendo, além das faixas do primeiro cd, grandes sucessos de sua trajetória musical.

     

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Yasmin Thayná é cineasta, diretora e fundadora da Afroflix, curadora da Flupp (Festa Literária das Periferias) e pesquisadora de audiovisual no ITS-Rio (Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro). Dirigiu, nos últimos meses, “Kbela, o filme”, uma experiência sobre ser mulher e tornar-se negra, “Batalhas”, sobre a primeira vez que teve um espetáculo de funk no Teatro Municipal do Rio de Janeiro e a série Afrotranscendence. Para segui-la no Twitter: @yasmin_thayna

    Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.