Coluna

Algumas coisas que aprendemos com o festival de cinema de Brasília

    Realizadores negros precisam ter suas produções incentivadas. Visibilidade, apenas, não vai mudar a estrutura

    O Brasil está uma loucura total. Muitas crises, muita morte, muitos cortes, muitas coisas que nos entristecem. Essas são algumas das frases que ouvimos recorrentemente pelas esquinas da vida. Não paramos de lamentar: no subir de um elevador, de uma escada rolante, de um braço dolorido que segura um ferro num trem lotado às 6 horas da manhã. Estamos num transe coletivo de desabafo e desespero de não conseguir prever muito bem o que vai ser daqui para frente. Às vezes, tenho a sensação de estarmos todos na cena final do “Deus e o diabo na terra do sol” (1964), filme de Glauber Rocha.

    Yasmin Thayná é cineasta, diretora e fundadora da Afroflix, curadora da Flupp (Festa Literária das Periferias) e pesquisadora de audiovisual no ITS-Rio (Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro). Dirigiu, nos últimos meses, “Kbela, o filme”, uma experiência sobre ser mulher e tornar-se negra, “Batalhas”, sobre a primeira vez que teve um espetáculo de funk no Teatro Municipal do Rio de Janeiro e a série Afrotranscendence. Para segui-la no Twitter: @yasmin_thayna

    Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do Nexo.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Conteúdo exclusivo para assinantes

    Gosta do nosso jornalismo?

    Somos um jornal independente, por assinatura, e sem publicidade, financiado por vocês, nossos leitores. Jornalismo de qualidade no qual você pode confiar.

    • → O essencial para estar bem informado todos os dias
    • → Notícias de forma clara, equilibrada e organizada
    • → Newsletters exclusivas
    • → Acesso a nossos gráficos e especiais

    Esteja conectado com o melhor da informação.
    Torne-se um assinante. Junte-se ao Nexo!